FARMAIS MANIPULAÇÃO
Product ID: 3587
Product SKU: 3587
New In stock />
Curcuma Longa 500mg + Piperina 10mg

Curcuma Longa 500mg + Piperina 10mg

Marca: FARMAIS MANIPULAÇÃO

 
Simulador de Frete
- Calcular frete
Frete Grátis Nas compras acima de R$ 120,00.

Curcuma Longa 500mg + Piperina 10mg 

Produto artesanal, manipulado individualmente conforme cada pedido nos mais altos padrões de qualidade. Desta maneira, a equipe leva cerca de 18 horas úteis (horário comercial) para a manipulação após a confirmação da compra.

AS IMAGENS SÃO ILUSTRATIVAS ? O produto irá personalizado com seu nome, substâncias componentes da fórmula e excipientes utilizados, posologia sugerida, fabricação, validade e demais dados pertinentes da fórmula e da farmácia.

COMPOSIÇÃO:
Curcuma Longa 500mg
Piperina 10mg
Excipiente Celulomax E qsp 1cp

CURCUMA LONGA Á 95%de curcuminóides ( Extraído do Rizoma- Raiz)

Planta originária do sudoeste asiático, utilizam-se as raízes (rizomas) secas e maceradas.

O extrato de Cúrcuma é padronizado em termos de curcumina (curcuminóides). O extrato
de Cúrcuma é padronizado para conter no mínimo 95% de curcuminóides. A dose usual é
estabelecida em termos de curcumina. A dose usual do extrato seco padronizado (95%)

Faz parte da Família das Zingiberaceae, é uma erva pungente, amarga, adstringente, com
cheiro característico e forte cor amarela. Usada desde a antigüidade para tingir de
amarelo, vem sendo utilizada na indústria alimentícia como corante e como objeto de
estudos por sua capacidade de induzir apoptosi que é uma espécie de morte celular
programada, induzida por algumas substâncias utilizadas nas terapias antitumorais.

Entre essas substâncias encontram-se também a curcumina, um pigmento amarelo,
contido na planta da Curcuma Longa.

Recentes estudos demonstraram como essa substância, e também seus derivados, estão
em condições de inibir o desenvolvimento de algumas formas de tumores provocados
quimicamente como aqueles da pele e do colón. Tal capacidade é possível graças à inibição
de formação de vasos sanguíneos que nutrem os tumores.

Um estudo realizado em alguns indivíduos afetados por tumores na cútis e membranas das
mucosas, nas quais foram aplicadas três vezes ao dia por um mês uma pomada com 5%
de Curcuma Longa, revelaram uma sensível melhora, demonstrada pela redução das
lesões, da dor e da exsudação.

A Curcuma Longa possui outras propriedades terapêuticas entre as quais vale a pena
citar aquelas que agem sobre a oxidação das lipoproteínas responsáveis pela aterosclerose
(antioxidante e anti-infeccioso). Como vários outros remédios naturais, a Curcuma Longa
pode também interferir com outros fármacos e por isso recomenda-se um uso controlado
sob orientação de um médico e de um farmacêutico.

A Curcuma Longa é rica em curcuminóides que representam grupos fenólicos tais como:
curcumin, demetoxicurcumin e bisdemetoxicurcumin. Esses grupos fenólicos possuem
propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

A Curcuma Longa estimula os sistemas digestivo, circulatório, respiratório e o útero,
normalizando o fluxo de energia com efeito antibiótico. É usada para o tratamento de
problemas de pele, tumores uterinos, icterícia, doenças do fígado e problemas menstruais.

Com relação à toxicologia, em experiências realizadas até o momento, não há relatos de
toxicidade.

Recomendação de uso

Aplicações
¿ Antioxidante;
¿ Anti-inflamatório;
¿ Anti-reumático;
¿ Antitumoral;
¿ Hipercolesterolemia;
¿ Dispepsia não-ulcerosa;
¿ Dismenorréia;
¿ Dor muscular.

A Cúrcuma tem sido relacionada como sendo um potente anti-inflamatório e antioxidante,
o qual pode ser útil em doenças reumáticas (artrite reumatóide). Em medicina Ayurvédica
(medicina tradicional indiana), o rizoma de cúrcuma tem sido usado por séculos como
tônico para problemas gastrointestinais. Ele também tem sido usado topicamente em
várias doenças de pele.

Outros usos propostos à Cúrcuma são como quimioprotetor (propriedade demonstrada
em estudos in vitro e com animais), hepatoprotetor. Tem sido também recomendado na
prevenção da catarata, tratamento da esclerose múltipla, doença de Alzheimer, doença
inflamatória intestinal, doença renal e uveíte anterior, mas as evidências que suportam
estes usos são resultantes somente de estudos in vitro ou com animais e ainda não são
suficientes para comprovar sua eficácia para estas condições.

Mecanismo de ação
Embora o mecanismo de ação da Cúrcuma e os seus constituintes não sejam conhecidos,
ela tem demonstrado efeitos antioxidante, quimioprotetor e anti-inflamatórios em vários
modelos.

A atividade antioxidante da Cúrcuma está principalmente associada com a sua fração
fenólica, curcuminóides, a quais atuam tanto como varredores de radicais livres como
inibidores da síntese de leucotrienos e prostaglandina.
A atividade anti-inflamatória tem sido relacionada como comparável aos AINES (como a
indometacina), produzindo significante melhoras observadas em estudos clínicos realizados
com indivíduos com artrite reumatóide.
É relatado que os curcuminóides abaixam os níveis sanguíneos de peróxidos lipídicos e
pode diminuir o colesterol total e o colesterol LDL, aumentando o colesterol HDL.
Tem sido sugerido que a aparente ação quimioprotetora da curcumina está relacionada à
sua habilidade para inibir competitivamente as isoenzimas citocromo P-450 responsáveis
pela ativação metabólica de carcinógenos, como benzo[a]pireno e aflotoxina B1. A
curcumina inibe seletivamente o CYP 1A1/1A2 e isso enzimas 2B1/2B2 numa faixa de alta
concentração nanomolar a baixa concentração micromolar, níveis que certamente são
obtidos, mesmo em uma pobre cinética de absorção para este agente.
A Cúrcuma pode inibir a agregação plaquetária, devendo ser utilizada com precaução em
determinados indivíduos.

A piperina é o alcalóide majoritário da planta e exerce efeito terapêutico de promover
ação efetiva sobre o sistema imunológico, como no caso de doenças que levam a
imunossupressão, como a quimioterapia e radioterapia no tratamento de câncer. É
reconhecido por apresentar atividade citotóxica, anti-inflamatória, antipirética,
analgésica, antioxidante, antitumoral, antifúngico e bactericida. A piperina é um
estimulante natural e intervêm na absorção de selênio, vitamina B e b-caroteno. Tem
sido utilizada no tratamento de atletas e idosos cuja capacidade de absorver
nutrientes é deficiente.
Piper nigrum vem sendo empregada no tratamento de diversas doenças como, asma,
bronquite, diarreia, insônia, gonorreia, cólica menstrual, tuberculose e artrite.
Estudos científicos têm mostrado que a mistura da Piper nigrum L. com coentro,
açafrão, pimenta vermelha e cominho, consumida como alimentação, estimula a
lípase pancreática e ajuda de modo acentuado no fluxo e secreção de ácidos biliares.
Estudos clínicos demonstraram que o consumo de piperina associado com o curcumin
(Curcuma longa L.), aumentou significativamente a concentração de soro, grau de
absorção e biodisponibilidade de até (2000%) (da segunda espécie citada) em
humanos que fizeram o uso.

Contra-Indicações
Contra indicado para grávidas e mulheres no período de lactação. Pacientes com gastrite ou úlcera gastroduodenal, pancreatite, hemorróidas e hipertensão arterial.

POSOLOGIA: Tomar 1 cápsula ao dia durante as refeições ou conforme orientação médica ou profissional habilitado.

VALIDADE: 6 MESES

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

As referências bibliográficas se encontram em nosso departamento técnico farmacêutico e são baseadas nas literaturas e materiais de nossos fornecedores.

Qualidade:

possuímos profundo compromisso com a qualidade dos insumos e processos utilizados na manipulação de nossas fórmulas. participamos do sistema nacional de monitoramento magistral

atenção as orientações gerais!

- imagens meramente ilustrativas;
- os produtos são acondicionados da melhor forma possível, podendo ou não estar na embalagem como o da imagem;
- as informações acima são de caráter informativo, não se trata de propaganda e sim descrição do produto;
- todo produto manipulado depende do tempo de uso e os resultados variam de organismo para organismo, da fisiologia e genética de cada um;
- nunca compre suplementos, cosméticos e fitoterápicos e medicamentos sem orientação de um profissional habilitado;
- evitar o contato com os olhos, caso isto ocorra lavar com água em abundância.
- produtos de uso externo, não aplicar sobre a pele irritada ou lesionada.
- pessoas com hipersensibilidade à substância não devem usar o produto.
- em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico ou farmacêutico, nossa equipe estará pronta para atende-lo(a);
- as indicações dos produtos, suplementos e fitoterápicos, são baseadas no conhecimento científico do profissional farmacêutico e laudos de aquisição dos produtos junto aos fornecedores autorizados;
- não use qualquer produto com o prazo de validade vencido;
- manter em temperatura ambiente (15 a 30ºc). proteger da luz, do calor e da umidade. nestas condições, o produto se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem;
- este suplemento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou no período de amamentação sem orientação médica;
- embora não existam contra-indicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta;
- siga corretamente o modo de usar;
- nossos farmacêuticos estão aqui para orientar em relação a quaisquer dúvidas em relação a este e outros produtos;

- todos os medicamentos devem ser mantidos fora do alcance das crianças;

"se persistirem os sintomas consulte um médico ou farmacêutico"

utilize nossos canais de atendimento, nossa equipe técnica estará pronta para atende-lo(a)

referências bibliográficas

as referências bibliográficas se encontram em nosso departamento técnico farmacêutico, baseadas nas literaturas e materiais de nossos fornecedores.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.